Ginecologia além da ginecologia: estética íntima

A Dra. Ana Helena Mattos explica, de forma bastante clara, as principais técnicas de estética íntima disponíveis atualmente para as mulheres. Confira!

Campanha contra a Dengue - Prefeitura de Campo Grande MS

Nos últimos anos a ginecologia, especialidade médica que se dedica ao estudo da fisiologia e da patologia do corpo da mulher e de seu aparelho genital, apresenta uma ampliação nas suas áreas de atuação. Concomitante a percepção pelas mulheres de que as alterações anatômicas da genitália feminina que diferenciam de uma referência de normalidade estética aceitável, também são causas de distúrbios sexuais, disfunções, complexos, traumas e infelicidades traduzindo-se como patologias/doenças, houve a necessidade de um novo olhar da ginecologia sobre essa genitália.

A partir desta necessidade, inúmeras técnicas, cientificamente testadas e comprovadas, foram desenvolvidas, possibilitando que a recuperação da estética da região íntima seja acessível às mulheres, como as demais abordagens e tratamentos já consagrados nesta especialidade.

Atualmente os tratamentos abrangem inúmeras alterações como a incontinência urinária leve, alargamento vaginal, flacidez de grandes lábios, gordura em monte de Vênus, clareamento de região genital, preenchimento de grandes lábios e “ponto G”, hipertrofia de pequenos lábios, cicatrizes perineais e atrofia vaginal pós-menopausa, além de dor durante a relação sexual (dispareunia) com tratamento com toxina botulínica.

Além de tratamentos clínicos e cirúrgicos ambulatoriais e hospitalares, destaca-se especialmente a utilização do laser para o rejuvenescimento vaginal que melhora o estado da mucosa que reveste as paredes vaginais, sendo o método ideal para estimular o colágeno contido nas paredes vaginais para a restauração funcional do tecido, melhorando a autoconfiança e prazer sexual. Consiste em um procedimento menos invasivo em comparação a tratamentos tradicionais.

Usualmente não requer anestesia, não envolve incisões ou suturas e a sessão não dura mais que uma hora. Recomendado para o tratamento daqueles casos onde a “vagina frouxa” seja devido a uma perda de tônus da mucosa, bem como a incontinência urinária leve, atrofia vaginal pós-menopausal e escurecimento local por hiperpigmentação.

A abordagem estética genital consiste em um “novo” conceito, oriundo de um “novo” olhar da “nova” mulher e do “novo” ginecologista, adicionando ao significado de saúde a satisfação estética íntima.

*Os anúncios e informes publicitários assinados são de responsabilidade de seus autores,
e não refletem necessariamente a opinião da Revista Saúde Mais.


Recomendados para você