Dr. Simei explica o que é Hidrocele

Hidrocele é uma doença que afeta os homens. Entenda o que é a hidrocele, suas causas e os possíveis tratamentos para essa doença masculina!

wp-content/themes/saudemais/img/banner/banner-300x600-Jan24.gif" style="width:300px;margin:1em auto;">?>

De acordo com o médico urologista, Simei Ricardo de Lima, Hidrocele é o acúmulo exagerado de fluido saído dos vasos linfáticos no interior da túnica vaginal, a membrana que reveste internamente a bolsa que contém os testículos, e pode ser uni ou bilateral, congênita ou adquirida.

Diferente da varicocele, que é a dilatação dos vasos sanguíneos que drenam os testículos e mais comum em jovens, a hidrocele afeta principalmente os adultos acima de 45 anos.

Os testículos são envolvidos por um pequeno volume de líquido com a função de lubrificá-los: quando a deficiência na absorção deste fluido, o acúmulo leva a hidrocele, que também pode surgir devido a uma inflamação infecção ou trauma ou tumor do testículo traumatismo, obstruções dos vasos linfáticos ou tumores.

O principal sintoma da hidrocele é a bolsa escrotal ficar cheia de fluido e ficar na frente de um dos testículos. Os tamanhos podem ser variados e, normalmente, são indolores, causando desconforto apenas em relação ao tamanho.

Diagnóstico da hidrocele

O diagnóstico é simples, realizado através de uma ultrassonografia que permitirá a visualização detalhada dos testículos e das estruturas existentes dentro da bolsa escrotal.

Para o tratamento, o mais indicado é a remoção do líquido acumulado na bolsa escrotal feito através de cirurgia: pratica-se uma incisão na túnica vaginal para drenar o fluido e as bordas da túnica são suturadas para prevenir um novo acúmulo.

Há outras opções, porém, as chances de recorrência são mais altas, como o procedimento de aspiração do fluido ou a injeção de uma solução esclerosante, a fim de endurecer o fluido para aspirá-lo com mais facilidade.

A hidrocele por si só, não afeta a fertilidade, porém, ela pode ser consequência de outras doenças que tragam danos à fertilidade. Por este motivo, seu diagnóstico é importante, a fim de que haja o tratamento de outras possíveis enfermidades.

*Os anúncios e informes publicitários assinados são de responsabilidade de seus autores,
e não refletem necessariamente a opinião da Revista Saúde Mais.


Recomendados para você

Elastografia Hepática ARFI

Elastografia Hepática ARFI

O que é a Elastografia Hepática ARFI? Como funciona? Descubra qual o valor deste exame no diagnóstico da fibrose e cirrose hepática!