Mais de 30 anos de dedicação à saúde bucal: Dr. Valdir, apaixonado pela odontologia

Campanha contra a Dengue - Prefeitura de Campo Grande MS

Dr. Valdir Gonçalves é um apaixonado pela odontologia e pela natureza. O apego dele aos Ipês é tão grande que ele associou as cores das flores da árvore ao seu trabalho. Mas como assim? Segundo ele, há uma correlação entre a natureza dos Ipês e seu trabalho. “Partindo da analogia da transformação na natureza fiz essa comparação com a saúde bucal.”
Em sua visão as cores dos ipês têm as seguintes referências com a odontologia:

Ipê branco: remete a dentes mais claros, clareamento, lente de contato, coroas de cerâmicas e reconstruções em resina. Então, o Ipê branco remete a estes procedimentos.
Ipê rosa: remete um pouco da gengiva, ela é a moldura dos nossos dentes, não tem como imaginar os dentes sem gengiva, ela protege a raiz do dente. Como ela é rosa, todos os procedimentos voltados para enxerto ósseo, enxerto gengival, cirurgia plástica e outros, são procedimentos que se reverte para a cor do ipê rosa.
Ipê amarelo: amarelo é ouro, segundo Dr. Valdir, remete a prevenção quando se faz um tratamento de periodontia ou coloca lente de contato e assim por diante. A manutenção remete ao Ipê amarelo.
“Esse cuidado que você tem com a prevenção e também a longevidade dos trabalhos que você executa, esse procedimento cuidadoso é um padrão ouro”, adverte o profissional.

E, continua o odontólogo naturalista: “Ainda falando da cor amarela, se Deus deu essa preciosidade que são nossos dentes, todo trabalho feito para resgatar essa harmonia, esse sorriso, precisa de cuidados, por que se a mãe natureza que lhe deu os dentes e você teve problemas, imagina o que foi feito pelas mãos do homem! Vai dar problema se não tiver os trabalhos de cuidados com prevenção para dar longevidade para os seus dentes”.
Após o bate-papo das cores do Ipê, fizemos algumas perguntas ao profissional sobre os cuidados com os dentes, confira.

Saúde Mais (SM) – Há quanto tempo atua como cirurgião dentista?
Dr. Valdir – Tenho mais de 30 anos de experiência.

SM – Quais os tratamentos odontológicos mais procurados?
Dr. Valdir – Hoje nós temos o clareamento dental, harmonização orofacial, lente de contato dental, implantes, tratamentos de canal e periodontia que é o tratamento e prevenção das doenças periodontais, isso é muito importante, porque a doença na gengiva é assintomática. Agora já se sabe que tudo que for fazer de clareamento, lente de contato ou canal há que se avaliar a gengiva; se ela não estiver em harmonia com a saúde, o restante do tratamento vai por “água abaixo”. Portanto, para fazer esses procedimentos a gengiva tem que estar saudável.

SM – Mesmo na era da modernidade o implante dentário oferece perigo?
Dr. Valdir – O implante dentário é uma alternativa atual e moderna para reposição dos dentes fraturados ou perdidos por algum motivo. É uma técnica que tem 98% de sucesso, porém, antes de fazer o procedimento é pedido para o paciente os seguintes exames: diabetes, sangue e plaquetas, esses exames são exigidos tanto para implantes ou remoção de dente siso. Feito tudo isso podemos afirmar que é uma técnica segura que se solidificou no nosso meio.

SM – Quais perigos a pessoa corre se um dente ficar infeccionado?
Dr. Valdir – A cavidade bucal não é isolada do corpo, então uma infecção bucal de origem dentária com cárie ou doença na gengiva pode comprometer outros órgãos. Quando você tem uma carie, normalmente tem sintoma de dor. Já a infecção na gengiva em 98% dos casos é assintomática é indolor, então você pode ter uma infecção na gengiva que é silenciosa, e pode disseminar-se no organismo. As bactérias vão para a corrente sanguínea comprometendo outros órgãos e podendo levar o paciente a óbito. O cuidado com a saúde bucal é determinante para a saúde geral, por isso, é preciso ter atenção à saúde dos dentes.

SM – Qual o cuidado ideal para os dentes?
Dr. Valdir – O principal fator envolvido na saúde bucal são os pequenos cuidados diários, que muitas vezes é negligenciado por falta de tempo ou conhecimento. Aprevenção é o melhor remédio, então temos que ter essa necessidade de entendimento para com a saúde bucal. Sabe-se que 80% das nossas doenças como cárie e gengivite que ocorrem entre os nossos dentes, daí a importância de usarmos o fio dental regularmente, a escova não alcança essas áreas. O tempo de uso é de uma escova é de três meses, depois ela perde sua eficiência. A escovação deve ser feita pela manhã, após o almoço e à noite. O fio dental deve ser usado todos os dias, de preferência no horário noturno, porque é durante a noite que temos uma redução de 90% da nossa saliva e a saliva é um fator protetor, então à noite ficamos vulneráveis às bactérias, daí a importância de usar o fio dental antes de dormir.
Não podemos esquecer é de limpar a língua, usando um raspador. Uma das maiores causas de mau hálito é a língua, ela é um local de retenção de bactérias. Limpar a língua contribui em muito para manter um bom hálito. Importante, todos devem visitar um dentista a cada seis meses, como recomenda a OMS (0rganizaçao Mundial de Saúde). Tem alguns casos que precisa fazer uma manutenção variando de 03 a 04 meses.

SM – Dia 26 Campo Grande completa mais um aniversário, o que o senhor tem a dizer para aos campo-grandenses?
Dr. Valdir – Campo Grande é a cidade do coração. Acolhedora em nossas vidas, vim de Cassilândia em 1979.
Por gratidão a esse lugar abençoado pela sua natureza, idealizei a IPÊ ODONTOLOGIA.
Um projeto de renovação como a planta. Por retribuição a cada novo sorriso recuperado, entregamos uma muda de ipe contribuindo para a cidade ficar mais bonita e arborizada.
Com a minha esposa, também cirurgiã-dentista, Nádia, convido a todos para cuidar de sua saúde bucal como se trata de um Ipê e preservar essa árvore em homenagem à Campo Grande. Quero ver muitos Ipês colorindo nossa cidade do coração, bem como belos sorrisos pela Cidade Morena.
Campo Grande, obrigado por depositar em mim o bem estar de muita gente!
Aqui, eu e minha equipe acolhemos a confiança de muitos campo-grandenses e de pessoas que fincaram suas raízes nesta cidade maravilhosa, isso é magnífico.
Parabéns a nós que temos a NOSSA CAMPO GRANDE!

*Os anúncios e informes publicitários assinados são de responsabilidade de seus autores,
e não refletem necessariamente a opinião da Revista Saúde Mais.