Depressão: O que é e como ela nos afeta

A depressão mesmo nos casos mais graves, pode ser tratada. Neste artigo, vamos entender um pouco mais sobre o que é a depressão, e como ela nos afeta.

wp-content/themes/saudemais/img/banner/banner-300x600-Jan24.gif" style="width:300px;margin:1em auto;">?>

A depressão é uma doença psiquiátrica crônica e recorrente que produz uma alteração do humor caracterizada por uma tristeza profunda, sem fim, associada a sentimentos de dor, irritação, desesperança, baixa autoestima e culpa, assim como a distúrbios do sono e do apetite.

É uma doença que envolve o corpo, o humor e os pensamentos. Ela interfere no cotidiano, nas relações sociais, nas relações familiares e também nas relações no âmbito profissional.

Entristece à pessoa acometida do transtorno, como também todas as pessoas que se preocupam com ela.

É importante distinguir a tristeza patológica daquela transitória provocada por acontecimentos difíceis e desagradáveis, mas que são inerentes à vida de todas as pessoas, como a morte de um ente querido, a perda de emprego, os desencontros amorosos, os desentendimentos familiares, as dificuldades econômicas etc.

Depressão pode ocorrer em qualquer fase da vida: na infância, adolescência, maturidade e velhice. Os sintomas podem variar conforme o caso. Nas crianças, muitas vezes são erroneamente atribuídos a características da personalidade e nos idosos, ao desgaste próprio dos anos vividos.

Diante das adversidades, as pessoas sem a doença sofrem, ficam tristes, mas encontram uma forma de superá-las. Nos quadros de depressão, a tristeza não dá tréguas, mesmo que não haja uma causa aparente.

O humor permanece deprimido praticamente o tempo todo. Desaparece o interesse pelas atividades que antes davam satisfação e prazer e a pessoa não tem perspectiva de que algo possa ser feito para que seu quadro melhore.

A depressão mesmo nos casos mais graves, pode ser tratada. Tal como acontece com inúmeras outras doenças. Quanto mais cedo o tratamento começar, mais eficaz e maior a probabilidade de evitar reincidência da doença.

Ninguém está livre de sentir tristeza e ficar aborrecido e desanimado. Estes sentimentos fazem parte da vida de qualquer pessoa.

Alguns sinais que podem indicar que a pessoa está em um quadro depressivo são: Tristeza profunda, Pensamentos negativos recorrentes, desinteresse social, desleixo, choro compulsivo, pensamentos suicidas, sentimento de culpa e em alguns casos abuso de substâncias como álcool e drogas.

A família dos portadores de depressão precisa manter-se informada sobre a doença, suas características, sintomas e riscos. É importante que ela ofereça uma segurança como a importância da alimentação equilibrada, da higiene pessoal e da necessidade e importância de interagir com outras pessoas.

Afinal, ficar o tempo todo em um quarto escuro, sem fazer nada nem falar com ninguém, está longe de ser um bom caminho para superar a crise depressiva.

O psicólogo é o profissional ideal para tentar entender junto ao paciente o que está ocorrendo. Ele pode avaliar, através da psicoterapia, se é o caso é de depressão ou apenas um episódio de tristeza e desânimo.

Se você tem sentido alguns desses sintomas ou conhece alguém que está passando por isso, o tratamento psicológico é muito recomendado nesses casos podendo haver a necessidade de complementação com medicamentos – lembrando que a prescrição destes deve ser feita por médicos psiquiatras.

Ayrana Olivia Garcia Ribeiro
CRP 14/07258-1
Atuante na abordagem da Terapia Cognitivo Comportamental
Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Sentir Espaço de Saúde Emocional
Rua Antonio Maria Coelho, 3024 Vila Planalto
Telefones (67) 99138-4821 / 3045-8745

*Os anúncios e informes publicitários assinados são de responsabilidade de seus autores,
e não refletem necessariamente a opinião da Revista Saúde Mais.

Recomendados para você

Menopausa: Tratamentos

Menopausa: Tratamentos

A realidade feminina se modifica bastante com a chegada da menopausa. Conheça os aspectos relacionados à saúde que envolvem essa fase da vida da mulher!